expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Páginas

22 de abr de 2013

Simples...Assim!


Eu não amo por causo do corte estiloso do cabelo, pelo tênis chique de 451 molas amortecedoras , com flexibilidade e etc... Não amo pelo nome em inglês do game que ele joga. Não por que ele sabe as respostas de algébra, ou de física quântica. Não o amo pelo perfume, por que ele me abraça inesperadamente, por que faz brincadeiras sem graça. Não porquê ele gosta de pipoca com manteiga e chocolate, ou café com coca-cola. Por que ele sempre prefere o lado esquerdo da rua para andar. Amo todas suas estranhezas. Mas se não as tivesse, amaria ele, mesmo assim.
Amo-o sem motivo aparente, simples, sem motivo algum, amando o simples fato de amar.



Gabriela Barreto de Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário